:::: MENU ::::

Blog

  • jul 25 / 2017
Aconteceu

Abrindo um Negócio – Captação de Imagens

Na noite de segunda-feira (24/7), quatro jovens fotógrafos contaram sobre suas experiencias na profissão, como chegaram na fotografia, os principais obstáculos encontrados e conversaram com os presentes sobre o mercado e as dificuldades e alegrias da profissão.

Convidados:
Alexandre Salem – Drone e 360º – www.quevista.com.br

Bruno Ryfer – Casamento e Moda – www.brunoryfer.com

Felipe Hanower – Fotojornalismo e Drone – www.felipehanower.com

Renato Wrobel – Social e Retrato – www.renatowrobel.com

  • jul 25 / 2017
Aconteceu

Taglit Hillel Rio

Os dois grupos do Taglit Hillel Rio de Verão chegaram ao Brasil na quinta-feira (20/07) depois de uma intensa viagem de 10 dias repleta de emoção, descoberta, aventura, cultura, novos conhecimentos e amizades. Passando pelos principais pontos turísticos e culturais de Israel, os participantes viveram momentos inesquecíveis como ver o nascer do sol do alto de Massada, passar o Kabalat Shabat no Kotel, visitar o Yad Vashem (Museu do Holocausto), realizar o Bat Mitzvah de duas participantes no Kotel, conhecer a vida dos Beduínos e participar do mega evento com todos os outros participantes do Taglit Birthright Israel. Agora, que venha a edição de inverno! As inscrições já estão abertas no site do Hillel Rio.

“A viagem do Taglit Hillel Rio foi com certeza uma das melhores que eu já fiz. A sensação de chegar a Israel é única. Além disso, estar acompanhada de outros 39 jovens, que compartilharam o mesmo sentimento de união é incrível. A viagem é repleta de momentos únicos, os quais reforçaram meu judaísmo e meu amor por essa cultura única que abraça e acolhe de uma forma especial. O mega evento, apesar de ser um encontro descontraído, reúne centenas de jovens judeus com um mesmo propósito, juntos por um mesmo sentimento. Além disso, a ida ao Yad Vashem é sempre muito dolorosa, pois remete às grandes perdas que nosso povo sofreu. Um dos momentos mais marcantes foi o Shabat no Kotel: a energia vivida lá é algo impossível de se colocar em palavras e a conexão com o judaísmo é mágica. Ao final da viagem, o grupo antes tão heterogêneo, se torna uma família, cada um com suas diferenças, porém aprendendo a aceitá-las e acredito que isso seja um dos maiores ganhos da viagem.”
Gabriela Lederman Rosembrach

“Durante o Taglit Hillel Rio recebi o presente mais emocionante da minha vida. Tive a oportunidade de poder fazer o meu Bat Mitzvah no Kotel. Sim, eu fiz isso! Senti uma energia indescritível e pude sentir todo o amor que me circunda. Viver esse momento foi lindo, foi intenso, foi inspirar amor e expirar felicidade. Obrigada de todo o coração a todos os que estavam lá e que fizeram deste dia, um dia tão alegre e especial. O Hillel Rio marcou a minha vida!”
Amanda Mograbi

  • jul 15 / 2017
Sem categoria

Dia 2 – Rosh haNikra, Haifa, Cesaréia e Tenda Beduina

ipor Gabriela Lederman Rosembrach/i

Começamos o dia indo para rosh hanikra, no norte. As famosas e lindas grutas de pedra e sua agua cristalina chamam a atenção sendo um atrativo para as fotos. Essas grutas separam a divisa do libano com israel a 120km de beirute.

Em seguida fomos para a Haifa, 3ª maior cidade de israel. Visitamos o Templo Baha’i. A religião Bahai acreditava que jardins bem cuidados e tratados mimetizavam a perfeição, por isso suas flores são tão lindas.

Ganhamos dois novos chanichim israelenses, soldados que vão acompanhar nossa viagem até sábado.

Continuando nossa viagem, fomos para Cesárea. As ruínas romanas de Cesaréia , um dia ja foram um porto.

Para finalizar o dia, seguimos até o deserto, aonde seria nossa estadia durante a noite, para um passeio de camelo. Conhecemos um pouco da cultura beduina e seus costumes, dormindo, assim, em tendas.
a href=”http://hillelrio.org.br/v2/wp-content/uploads/2017/07/IMG-20170713-WA0010.jpg”img width=”600″ height=”399″ alt=”” src=”http://hillelrio.org.br/v2/wp-content/uploads/2017/07/IMG-20170713-WA0010.jpg” title=”” class=”alignnone size-full wp-image-2386″/a

a href=”http://hillelrio.org.br/v2/wp-content/uploads/2017/07/IMG-20170713-WA0011.jpg”img width=”600″ height=”399″ alt=”” src=”http://hillelrio.org.br/v2/wp-content/uploads/2017/07/IMG-20170713-WA0011.jpg” title=”” class=”alignnone size-full wp-image-2385″/a

a href=”http://hillelrio.org.br/v2/wp-content/uploads/2017/07/IMG-20170713-WA0012.jpg”img width=”600″ height=”399″ alt=”” src=”http://hillelrio.org.br/v2/wp-content/uploads/2017/07/IMG-20170713-WA0012.jpg” title=”” class=”alignnone size-full wp-image-2384″/a

span id=”img_container_66″ class=”img_container” contenteditable=”false”progress id=”progress_66″ value=”0.15″ class=”wp_media_indicator” contenteditable=”false”/progressimg data-wpid=”66″ src=”/storage/emulated/0/WhatsApp/Media/WhatsApp Images/IMG-20170713-WA0013.jpg” alt=”” class=”uploading”/span

span id=”img_container_65″ class=”img_container” contenteditable=”false”progress id=”progress_65″ value=”0.15″ class=”wp_media_indicator” contenteditable=”false”/progressimg data-wpid=”65″ src=”/storage/emulated/0/WhatsApp/Media/WhatsApp Images/IMG-20170713-WA0014.jpg” alt=”” class=”uploading”/span

span id=”img_container_64″ class=”img_container” contenteditable=”false”progress id=”progress_64″ value=”0.5″ class=”wp_media_indicator” contenteditable=”false”/progressimg data-wpid=”64″ src=”/storage/emulated/0/WhatsApp/Media/WhatsApp Images/IMG-20170713-WA0015.jpg” alt=”” class=”uploading”/span

span id=”img_container_63″ class=”img_container” contenteditable=”false”progress id=”progress_63″ value=”0.7″ class=”wp_media_indicator” contenteditable=”false”/progressimg data-wpid=”63″ src=”/storage/emulated/0/WhatsApp/Media/WhatsApp Images/IMG-20170713-WA0016.jpg” alt=”” class=”uploading”/span

  • jul 14 / 2017
Taglit Hillel Rio Verão 2017 Grupo1

Dia 2 – por Alexia Carpilovsky

Acordamos cedo e tomamos café no salão do kibutz. A comida no kibutz é sempre farta e o café conta com cereais, pão, legumes, iogurte, ovo mexido, várias pastinhas, nutella, suco, café… Enfim, muita coisa. Lá, estávamos cercados de gatos, e tínhamos um ótimo espaço cheio de verde para circular. Depois de tomarmos café e nos organizarmos com as malas, seguimos com elas para o onibus e fizemos check-out.

Nossa primeira parada foi o Rosh Hanikra, uma paisagem incrível de grutas de calcário e águas cristalinas. Descemos de bondinho e caminhamos pelas grutas, onde a falta de luz ressalta a beleza do mar, que possui um brilho quase neon. Ao chegarmos no fim do caminho coberto, nos deparamos com um cenário a céu aberto, um quadro pintado pelo sol, pelas pedras e pelas águas. Depois de fotos e momentos para apreciar os arredores, seguimos para Haifa, onde visitamos o Templo Bahai – religião que prega a paz e a igualdade entre os homens. Isso se faz explícito no cuidado que os jardins bahai têm com a simetria, uma metáfora dessa igualdade: se traçássemos uma linha no meio da construção, ambos os lados seriam exatamente iguais. Flores, arbustos e uma arquitetura sensorial, que se mistura à ideologia, formam uma vista estonteante, que conta, também, com as outras construções e o porto da cidade à distância. Tudo parece se encaixar perfeitamente, e conciliar história, tradição e modernidade.

Do templo, voltamos ao ônibus e tivemos algum tempo em um shopping para almoçar e relaxar. Grande parte de nós nos deliciamos com uma das comidas mais típicas de Israel, o falafel – bolinhos fritos de grão de bico, colocadas dentro do pão pita junto com ingredientes típicos. Alimentados e recarregados, fomos até Caesaria, cidade construída no período romano pelo rei Herodes, que chegou a ser capital de Israel, se mantendo importante até hoje. Lá vistamos as ruínas de um teatro da época, que continua sendo usado atualmente para grandes shows e eventos. A estrutura desse foi toda feita de areia e pedra, dialogando com a paisagem local e refletindo os materiais disponíveis na época. A próxima parada foi o Deserto Neguev, onde andamos de camelo e participamos de atividades relacionadas à cultura beduína. Comemos em tendas, tivemos uma conversa com um beduíno e aprendemos alguns ritmos em uma sessão de música com tambores e dança. A refeição foi servida em uma espécie de panela gigante, cheia de cuzcuz, frango, carne, pão pita, legumes e molhos, e todos comemos com as mãos.

Foi uma experiência muito interessante, e entrar em contato com uma nova cultura é sempre enriquecedor e estimulante. Mais tarde, tivemos uma fogueira com marshmallows, e alguns de nós optaram por dormir e outros por não, já que teríamos que acordar as 3 da manhã para subir Massada e assistir ao nascer do sol do topo de lá. Emendamos dia com noite, mas como recompensa tivemos uma experiência única e gratificante de vencer o cansaço e receber em troca um nascer do sol cheio de boas energias.

 

Continuar lendo…

  • jul 12 / 2017
Taglit Hillel Rio Verão 2017 Grupo1

Dia 1- por Helena Zaide Cohen

Hoje acordamos no Kibutz e após o café fomos até a piscina termal de fonte natural chamada Gan Hashlosha. O lugar é incrível! A água estava muito refrescante, limpa e pura. A sensação de nadar lá foi maravilhosa, como se estivéssemos flutuando e sendo purificados pela água.

Após algum tempo naquele cantinho de paz, fomos conhecer a cidade de Tzfat. O nosso guia Moshé nos explicou a linda história daquela cidade e do povo que a fundou. Um povo expulso pela Espanha que se recuperou e que, em meio a todas as tensões mundiais, explorou o misticismo da vida e criou a Cabala, estudada e seguida até os dias de hoje. Muitos familiares nossos vieram de lá, uma cidade tranquila, que hoje respira a história dos nossos antepassados.

Depois de dar uma volta por Tzfat, almoçamos num shopping em que pudemos provar típicos pratos israelenses, como o falafel e o shuarma.

Com nossas forças recuperadas, fomos passear de caiaque no rio Jordão, num trajeto emocionante, com uma água refrescante e uma lindíssima paisagem.

No fim da tarde, visitamos as Colinas de Golan e paramos no Har Bental. Lá o nosso guia nos mostrou as fronteiras no horizonte e nos explicou como vão as relações de Israel com os países vizinhos. Esse passeio foi bastante interessante e a vista lá de cima foi de tirar o fôlego!

Por fim, nosso dia terminou no nosso confortável Kibutz.

 

Continuar lendo…

  • jul 12 / 2017
Taglit Hillel Rio Verão 2017 Grupo2

Dia 1 – Norte de Israel!

O primeiro dia de viagem foi marcado por lugares místicos e muito belos! Iniciamos pelo Kibutz Kfar Hahov , onde pudemos apreciar a Vista da Paz ( Mitzpe LaShalom), reconhecendo a importância do Kineret (Mar da Galileia) para o Estado de Israel

Rumamos à Tzfat, cidade histórica e religiosa, sede de estudos místicos, onde surgiu a Cabalah, por exemplo.nbsp;

O dia se encerrou com duas atividades muito legais. O rafting, no Rio Jordão foi revigorante e muito gostoso. Encerramos nossas atividades no Har Bental, antiga base militar, onde pudemos ver a fronteira com a Siria e as colinas do Golan. Fizemos uma reza agradecendo o momento de segurança, paz e soberania que nosso Estado atravessa!

Beijos e ate Amanhã

Daniel Fabrizio

Continuar lendo…

  • jun 28 / 2017
Aconteceu

PilPul – Os Mistérios da Kabbalah

O projeto PilPul realizou, no dia 26/06, uma palestra sobre os mistérios da Kabbalah com o professor David Cohen Nissan. Com a presença de 25 jovens, David deu uma aula básica sobre a Kabbalah, despertando o interesse nos presentes, que já estão organizando um grupo de estudos sobre o tema.

  • jun 12 / 2017
Aconteceu

Embaixador de Israel, Yossi Shelley, visita o Hillel Rio

Hillel Rio recebeu na terça-feira, dia 06/06, o Embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, para uma palestra com mais de 60 jovens da instituição. O embaixador falou de seu cargo, de sua missão no Brasil, sobre a relação entre os dois países, sobre a Guerra dos Seis Dias, que foi lembrada essa semana por seus 50 anos e ainda abriu espaço para os presentes tirarem suas dúvidas. Ao final da palestra dois alunos do Ulpan Hillel Rio fizeram uma homenagem em hebraico para o embaixador, em nome de todos os jovens, agradecendo sua visita e falando que foi uma honra poder ouvir sua experiência e expectativas para a relação entre Brasil e Israel.

“O evento foi uma oportunidade singular de aprender sobre a relação entre Israel e o Brasil, principalmente sobre as projeções futuras diplomáticas e comerciais. Muito positivo!”
Vitor Forti, participante do Taglit Hillel Rio 2017

  • jun 06 / 2017
Aconteceu

Núcleo Eco

Sergio Besserman e Ilan Cuperstein falam sobre Políticas Climáticas no Rio de Janeiro para jovens do Hillel Rio.
Na segunda-feira, dia 29/05, o Núcleo Eco do Hillel Rio realizou sua primeira palestra com o tema Políticas Climáticas na cidade do Rio de Janeiro com os convidados Sérgio Besserman e Ilan Cuperstein.  A experiência e conhecimento dos palestrantes fez com que os presentes abrissem a cabeça para o tema e para a situação que a cidade se encontra e como podemos minimizar os problemas climáticos no futuro. O encontro reuniu mais de 30 jovens, entre profissionais e estudantes da aérea e curiosos.  
 
“O encontro do Núcleo Eco sobre Políticas Climáticas no Rio de Janeiro foi muito legal e importante para entender como estamos posicionados com relação ao tema. A experiência dos palestrantes foi primordial para que abríssemos nossas mentes para a atual situação em que o mundo está e onde o Rio de Janeiro se encaixa como contribuinte para as mudanças climáticas, e como podemos e devemos reverter nossas emissões para que as consequências não sejam drásticas em um futuro não muito distante.” Raphael Cymerman, voluntário do Hillel Rio. 
Páginas:12345678910
Quer Participar? Cadastre-se